Vale a pena fazer o registro de horas de um projeto web?

Foto de um cronômetro

Planilhas de registro de horas de trabalho (time sheet) são polêmicas e controversas em muitas agências, mas podem se tornar eficientes se utilizadas como ferramenta de produtividade pessoal e planejamento.

Tenho feito algumas experiências com registro de horas no desenvolvimento de websites e observado alguns resultados interessantes:

O Paymo é software online para controle de horas, gratuito para uso individual
  • O registro de horas não deve ser usado para análise de desempenho. Em um trabalho criativo, mais horas de esforço não quer dizer necessariamente um resultado mais eficiente.
  • Planeje e liste as tarefas antes de começar para não perder o foco do projeto.
  • Utilize algum tipo de cronômetro, pois é fácil perder a noção das horas trabalhadas ao longo do dia. Testei alguns softwares e gostei bastante do Slifeweb, mas acabei me adaptando melhor com o Paymo.
  • Se você for realmente honesto no registro, vai se surpreender com a quantidade de horas produtivas em 8 horas de trabalho (entre 50% a 20%).

Estudo de caso

Durante o redesign do meu portfólio, registrei todas as horas trabalhadas durante o projeto. Veja alguns números:

  1. Planejamento e listagem das tarefas (1 hr 7 min)
  2. Pesquisa de benchmarking (39 min)
  3. Criação dos wireframes (2 hrs 17 min)
  4. Design (4 hrs 50 min)
  5. Criação de novos conteúdos e importação dos posts existentes (5 hrs 28 min )
  6. Configuração do ambiente de desenvolvimento (3 hrs 44 min)
  7. Montagem HTML/CSS do tema para o WordPress (19 hrs 5 min)
  8. Testes, ajustes e publicação (3 hrs 10 min)
  9. Total: 40 hrs 20 min

Além de ser uma ótima forma de retrospectiva e análise do meu processo de trabalho, esse histórico servirá de base para estimar prazos em futuros projetos.

Isso também me estimula a buscar melhores técnicas de produtividade para otimizar o tempo de trabalho (não manter Twitter, GTalk e MSN abertos o tempo todo, por exemplo).

O título desse post é uma pergunta justamente porque ainda estou buscando uma resposta definitiva, mas acredito que saber o tempo de desenvolvimento das tarefas é importante para qualquer profissional e fundamental quando você é freelancer ou responsável por estimar e gerir um projeto.

E você, marca suas horas de trabalho? O que pensa sobre o assunto?