13/04/2011 ♦ Interface gráficaUsabilidadeUX

O que é redesign e porque ele deveria morrer

Com a frase “Redesign must die”, Louis Rosenfeld, autor do famoso livro do urso polar, abriu sua apresentação no UX London 2011.

Rosenfeld afirma que websites são sistemas adaptativos complexos e que pequenas melhorias constantes funcionam melhor do que mudanças radicais. O redesign acaba sendo uma fuga para a falta de entendimento dos problemas reais e não desaparecem quando o novo site entra no ar.

Eu concordo com a crítica do Rosenfeld, mas ainda acho que em alguns casos críticos um redesign é necessário (sites antigos e desatualizados ou com baixa audiência).

Além da apresentação no Slideshare, selecionei alguns tweets durante o evento:

@louisrosenfeld advocates banning the word ‘redesign’. a label that says nothing about the problem we are trying to solve. #uxlon #uxlondonless than a minute ago via web Favorite Retweet Reply

Without defining the problem, we try to fix everything, or believe what agencies & software vendors say. #uxlondonless than a minute ago via TweetDeck Favorite Retweet Reply

“Outsourcing your user research is like outsourcing your vacation”. So true. #uxlon #uxlondonless than a minute ago via Echofon Favorite Retweet Reply

Every time you redesign… God kills a kitten. #uxlondonless than a minute ago via TweetDeck Favorite Retweet Reply