18/12/2015 ♦ Desenvolvimento web

Um passo a passo para migrar seu site em WordPress para uma nova hospedagem

Hospedar um site fora do Brasil sempre foi uma boa opção para quem procura qualidade, mas a recente alta do dólar complicou a vida de quem, como eu, optou por esse caminho (e parece que esse cenário não vai mudar tão cedo). Estou transferindo alguns sites em WordPress para empresas nacionais e gostaria de compartilhar um tutorial de como fazer essa migração.

Atualização (dez.2015): Para aqueles que pediram uma indicação de hospedagem boa e barata, eu uso e recomendo a HostGator.

O que você vai precisar

  1. Um software de FTP (o Filezilla é bom e gratuito);
  2. Um software de edição de texto (pode ser o Notepad do Windows ou o TextEdit do Mac, que já vem instalado no computador);
  3. Os dados de FTP da hospedagem atual:
    1. Host (geralmente é ftp.nomedosite.com.br ou www.nomedosite.com.br)
    2. Nome do usuário (você pode solicitar essas informações para quem desenvolveu o site ou diretamente para a empresa de hospedagem)
    3. Senha
  4. Acesso ao administrador do WordPress do site:
    1. URL do administrador (Ex: www.nomedosite.com.br/wp-admin)
    2. Nome do usuário
    3. Senha
  5. Os dados de FTP da nova hospedagem (que você recebe por email assim que assina o plano):
    1. Host (como você ainda não migrou o site, será um número IP ou uma URL provisória.)
    2. Nome do usuário
    3. Senha
  6. Os dados do painel de controle da nova hospedagem (cPanel ou outros):
    1. Endereço do painel de controle (há um link direto para ele na homepage da empresa de hospedagem)
    2. Nome do usuário (geralmente é o endereço de email que recebe as faturas de cobrança e é diferente do nome do usuário de FTP)
    3. Senha (caso você não lembre dessa senha, basta recuperá-la usando o endereço de email acima)
  7. Acesso ao DNS do domínio (Registro.BR, GoDaddy ou vinculado ao plano de hospedagem atual);

O processo de migração deve levar entre 1 e 2 horas (dependendo da quantidade de imagens existentes no site), mas é necessário aguardar até 48 horas para propagação completa do DNS (mais informações abaixo).

Passo 1 – Backup dos arquivos do site

No software de FTP (Filezilla) conecte-se ao servidor atual do site (usando os dados da hospedagem) digitando o nome do host (geralmente é ftp.nomedosite.com.br ou nomedosite.com.br), nome do usuário e senha.

Baixe todos os arquivos para seu computador. A instalação completa do WordPress possui menos de 10MB, mas caso o site tenha muitas imagens (que ficam na pasta wp-content/uploads) esse download pode demorar um pouco.

Passo 2 – Backup do banco de dados do site

pelo WordPress usando o plugin WP-DB-Backup

Caso a empresa de hospedagem não permita acessar o seu banco de dados (e que bom que você está deixando ela!), é possível fazer o backup pelo administrador do WordPress:

  1. Acesse o administrador do WordPress (/wp-admin) e vá em Plugins > Adicionar novo;
  2. Procure e instale o plugin WP-DB-Backup;
  3. Ative o plugin;
  4. Acesse Ferramentas > Backup;
  5. Selecione todas as opções de tabelas;
  6. Em “Opções de backup”, selecione “Baixar para seu computador” e clique em “Criar backup agora!”.

ou pelo painel de controle usando o phpMyAdmin

Acesse o painel de controle da hospedagem atual e procure o link para acessar o phpMyAdmin, um aplicativo web que permite acessar o banco de dados MySQL pelo browser.

  1. Para acessar o phpMyAdmin será necessário usar os dados de acesso ao banco de dados atual (você pode encontrar essa informação dentro do arquivo wp-config.php na pasta raiz do seu site);
  2. Verifique se o seu banco de dados está selecionado na coluna da esquerda;
  3. Na tela principal do seu banco de dados, clique na aba superior Export;
  4. Selecione todas as tabelas na caixa de seleção;
  5. Verifique se a opção “Save as file” está marcada;
  6. Clique em “Go” e o arquivo do banco de dados será baixado no seu computador.

Passo 3 – Localizar ou criar um banco de dados na nova hospedagem

Usar um banco de dados que já tenha sido criado

Algumas empresas de hospedagem já disponibilizam um banco de dados para o cliente e provavelmente não permitem criar um novo. Nesse caso, basta usar os dados de acesso que devem ter sido enviados por e-mail assim que você assinou seu plano.

Criar um novo banco de dados

Caso você tenha que criar um novo banco de dados, basta acessar o painel de controle e localizar a opção de criar um novo banco:

  • Escolha um nome para o novo banco de dados;
  • Crie um novo usuário de MySQL (com uma senha);
  • Adicione o novo usuário ao banco de dados criado e defina as permissões de acesso como “All Privileges”;

Passo 4 – Editar o arquivo wp-config.php

Vá até a pasta no computador onde você baixou os arquivos de backup do site e localize o arquivo wp-config.php. Ele controla o acesso entre o WordPress e o banco de dados.

Antes de editá-lo, faça uma cópia do arquivo, pois ele contem os dados da hospedagem atual e pode ser útil caso ocorra algum problema na migração e você tenha que restaurar o site (ex: wp-config_nome-da-hospedagem-atual.php).

Abra a versão original do wp-config.php em um software de edição de texto e localize linhas de código similar a essas:

  1. define(‘DB_NAME’, ‘db_name’);
  2. define(‘DB_USER’, ‘db_user’);
  3. define(‘DB_PASSWORD’, ‘db_pass’);

As variáveis db_name, db_user e db_pass correspondem ao nome do banco de dados, nome do usuário MySQL e senha respectivamente. Elas estarão configuradas com os dados do banco de dados MySQL da hospedagem atual. Mude para os dados do novo banco de dados que você criou ou que foi fornecido pela nova empresa de hospedagem.

Passo 5 – Importar os dados do site para o novo banco de dados

Acesse o phpMyAdmin a partir do painel de controle da sua nova hospedagem;

Selecione o novo banco de dados na coluna da esquerda (se não houver outros bancos provavelmente ele já estará selecionado);

Clica na aba “Import” na barra de navegação superior;

Na seção “File to Import”, clique no botão “Choose File” e selecione o arquivo SQL que você exportou para seu computador no passo 2.

Verifique se a opção SQL esteja selecionada no campo “Format of imported file”. Quando tudo estiver pronto, clique no botão “Go”.

Passo 6 – Subir os arquivos do WordPress para a nova hospedagem

Agora é hora de começar a fazer upload dos arquivos do site.

  1. Conecte-se a nova hospedagem usando um software de FTP (ex: Filezilla)
  2. Se for uma hospedagem compartilhada, é necessário navegar até a pasta do site (geralmente nomeada com a URL).
  3. Na pasta do site haverá uma subpasta geralmente chamada de public_html, é para lá que os arquivos devem ser enviados.
  4. Com o diretório remoto selecionado você deve fazer upload dos arquivos do site. Tal como aconteceu anteriormente, este processo pode levar algum tempo.

Passo 7 – Mudança no DNS e testes finais

O último passo é a alteração de DNS do domínio. O DNS (Domain Name System) relaciona o endereço do site com seu número de IP (Internet Protocol). O DNS do seu domínio está apontando para o IP da hospedagem atual. Você precisa alterá-lo para o IP da nova hospedagem.

Este processo vai depender de onde você tem o seu domínio registrado. Os domínios .BR são feito pelo Registro.br, mas as empresas de hospedagem também oferecem esse tipo de serviço.

Mudanças de DNS podem levar até 48 horas para se propagar completamente, mas em menos de uma hora é possível que alguns usuários já consigam acessar o novo ambiente. O site não chega a ficar fora do ar, mas é bom fazer essa mudança em um período de pouco tráfego e quando não está prevista a inclusão de novos conteúdos.

Boa sorte em sua nova hospedagem!

Atualização (dez.2015): Para aqueles que pediram uma indicação de hospedagem boa e barata, eu uso e recomendo a HostGator.

Se você usar o link para o Hostgator, eu recebo uma pequena comissão da empresa. Isso me ajuda a manter este blog e continuar escrever posts como este.

Fontes: